Metrónomo – As Origens

Metrónomo é o substantivo masculino com origem nas palavras gregas medida – μέτρον – e regra – νόμος. Trata-se de um aparelho usado para marcar a velocidade de uma execução musical, podendo ser utilizado na afinação de instrumentos musicais ou na definição de compassos através de um ritmo previamente definido. A pulsação constante transmitida através de um sinal acústico ou visual permite que o músico mantenha um andamento regular.

A invenção do metrónomo data de 1812, pelas mãos do relojoeiro holandês Dietrich N. Winkel, tendo sido melhorado e posteriormente patenteado pelo austríaco Johann Mãlzer quatro anos mais tarde. Consta que Ludwig van Beethoven foi o primeiro grande compositor a usar um metrónomo nas suas composições.

Num metrónomo mecânico – o original – regula-se a duração do compasso através de um peso deslizante colocado na haste do pêndulo – quanto mais acima for colocado o peso, mais lento será o compasso marcado pelo metrónomo. Estas marcações variam normalmente entre as 40 e as 240 batidas por minuto (bpm). Para além do metrónomo mecânico – movido a cordas, à semelhança de um relógio – há variantes digitais do aparelho, tendo mais recentemente aparecido diversas aplicações móveis com a mesma utilidade.

É inspirado na capacidade deste pequeno instrumento de coordenar o tempo, o ritmo e a execução musical, tanto de um músico como de um conjunto de 100 músicos, que surge o Metrónomo – uma plataforma agregadora de partilha de ideias em diferentes formatos e de acesso livre, para quem tenha uma opinião que gostaria de ver publicada ou uma ideia que gostaria de ver materializada, sendo um parceiro desde a fase de desenvolvimento à divulgação da mesma.

© ShutterStock
metronomo_logo
Metrónomo

Equipa Editorial.