Sociedade

Formar vs. Ganhar

Formar vs. Ganhar

Roy Silva4 Março 2021
Isso leva a outra questão – na formação, tendemos sempre a focar e a dar mais condições aos melhores, justificando a meritocracia, mas não faria mais sentido o pensamento oposto, visto serem os piores aqueles que mais precisam de condições para evoluir?
Admirável Geração Nova

Admirável Geração Nova

Maria Inês Silva26 Fevereiro 2021
Nessa viagem, partilhada por “a small town girl” e “a city boy”, podemos reconhecer o encontrar de um propósito na prática de um ato sem propósito. Atualmente, a ausência de destino ou aparente utilidade no esforço parece traduzir “desperdício”.
Meu Querido São Valentim, Posso Esperar uma Relação Honesta com o meu País?

Meu Querido São Valentim, Posso Esperar uma Relação Honesta com o meu País?

João Matias23 Fevereiro 2021
Meu querido São Valentim, Tenho com o meu país uma relação que já dura há 24 anos.  Apesar dos seus altos e baixos, como é comum em todas as relações, esta tem sido uma relação duradoura.  No entanto, preocupa-me que exista cada vez menos confiança nesta relação. 
Aproveite Fevereiro Quem Folgou em Janeiro

Aproveite Fevereiro Quem Folgou em Janeiro

Tiago Bernardino3 Fevereiro 2021
Não duvido de todos os esforços de professores e funcionários das escolas em garantir isto mesmo. Contudo, a sua “jurisdição” termina no portão das escolas, e esse tornou-se o lugar de mais uma transgressão onde o respeito da etiqueta respiratória ficou esquecido.
Sair da Cepa Torta

Sair da Cepa Torta

André Tavares Moreira26 Janeiro 2021
É difícil, num país onde a mesquinhez e a inveja são diariamente alimentadas, colocar esses sentimentos de parte e confiar nos outros.
Em Portugal, a Pandemia é a Preto e Branco

Em Portugal, a Pandemia é a Preto e Branco

João Matias20 Janeiro 2021
Como consequência, vivemos numa pandemia a preto e branco. Quando a situação parece controlada, temos carta branca para viver em “normalidade”. Assim que piora, decretam-se restrições às cegas, sem se verificar o seu cumprimento. 
Inteligência Artificial, Automação e Sociedade

Inteligência Artificial, Automação e Sociedade

Imagine-se um carro de condução autónoma que, por fatores externos, tem de decidir entre duas opções de condução: A primeira implica um risco de vida para o condutor, mas evita quaisquer danos a um peão; na segunda invertem-se os papeis. Como deve ser feito o algoritmo? O que deve decidir se posto nesta hipotética situação?
A Febre da Trotinete

A Febre da Trotinete

Filipe Zuzarte12 Outubro 2020
Em 2018 era anunciada a chegada da Iomo às ruas de Lisboa enquanto primeiro fornecedor de um serviço, hoje bem conhecido por quem frequenta as ruas da capital – o aluguer de trotinetes elétricas através de uma app.